10 julho 2017

A bênção da desobediência

"As parteiras, porém, temeram a Deus e não fizeram como o rei do Egipto lhes dissera; antes, conservavam os meninos com vida." (Êxodo 1:17).

Depois de José ter morrido, começou a reinar um rei no Egipto que não conhecia o Deus de José. Como os filhos de Israel se multiplicavam e aumentavam muito, com medo, o rei mandou que as parteiras das mulheres israelitas matassem os meninos no parto e poupassem as meninas. Mas estas parteiras, Sifrá e Puá, temiam a Deus e desobedeceram à ordem do rei, deixando os meninos viver. Por causa deste temor a Deus, O Senhor fez bem a estas mulheres e a todo o povo, multiplicando-o ainda mais e dando-lhes casas (Ex 1:20-21).

Quando tememos mais a Deus do que os homens, sejam eles quem forem, Deus abençoa-nos e faz-nos prosperar. O Salmista diz que "O temor do Senhor é o princípio da sabedoria; bom entendimento têm todos os que lhe obedecem; o seu louvor permanece para sempre" (Salmos 111:10). Os sensatos temem a Deus e obedecem-lhe porque sabem que Ele é Deus e Senhor. O apóstolo Pedro e os apóstolos reafirmaram também este importante princípio: quando a ordem dos homens contraria as ordens do Senhor, "Mais importa obedecer a Deus do que aos homens" (Actos 5:29).